Programa de Diagnóstico e Profilaxia em Saúde Animal

 

uel logo

 

Sobre o Programa

O PAS em Saúde Animal, cuja denominação completa é Programa de Diagnóstico e Profilaxia em Saúde Animal, desde 2004 é promovido pelos laboratórios de Virologia Animal, Bacteriologia Animal e de Leptospirose do Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Centro de Ciências Agrárias da UEL. Sem dúvida, é um dos mais longevos PAS da UEL e nesse período vem possibilitando a realização de diagnósticos etiológicos e sorológicos de importantes doenças infecto-parasitárias de animais de produção. O PAS Saúde Animal da UEL tem abrangência nacional, pois realiza diagnóstico laboratorial em animais e provenientes de rebanhos de praticamente todos os estados brasileiros. Essa prestação de serviços é realizada, quase que exclusivamente, por solicitação de grandes laboratórios de imunobiológicos nacionais e/ou internacionais ou para grandes conglomerados agropecuários, principalmente regulamentados por normas ISSO de qualidade. Com isso precisamos de celeridade além de comprometimento com a não interrupção do Programa durante a vigência do contrato, não importando o motivo. A prestação desse tipo especializado de serviço por meio de um PAS possibilita rapidez na aquisição de material de consumo utilizado nas técnicas laboratoriais, a opção por marcas de consumíveis já padronizadas nas metodologias laboratoriais, calibração e manutenção de equipamentos por empresas especializadas e com exclusividade, além da aquisição de equipamentos de pequeno e médio portes. Ainda como saldo positivo de maior importância que os anteriores o PAS em Saúde Animal disponibiliza, particularmente ao Laboratório de Virologia Animal, diversos tipos de material biológico provenientes de animais de produção criados em todas as regiões geográficas brasileiras. Esse material tem sido ao longo dos anos utilizado no desenvolvimento de dissertações (Mestrado) e teses (Doutorado) do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal / UEL. Sem a realização do PAS Saúde Animal em hipótese alguma teríamos uma diversidade tão rica de material biológico proveniente de distintas regiões brasileiras que possibilita melhorar consideravelmente a qualidade dos trabalhos científicos desenvolvidos no laboratório e, com isso, podendo ser publicados em periódicos científicos internacionais com maior fator de impacto.

assinatura